OAB pede apuração de ataque contra o busto de mãe Gilda

A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia (OAB-BA), divulgou nota pública, na quarta-feira, 11, em que revela indignação com os atos de vandalismo praticados contra o busto de mãe Gilda, no parque do Abaeté, bairro de Itapuã, em Salvador.

O ataque ocorreu na madrugada do último dia 4, e o caso foi registrado na 12ª Delegacia Territorial, em Itapuã, pela líder do terreiro Axé Abassá de Ogum, a ialorixá Jaciara de Oxum.

Segundo ela, que é filha de mãe Gilda, houve perícia, com acesso às câmeras de segurança, mas as imagens estavam escuras: "Não podemos silenciar a intolerância que vem ocorrendo. Vamos fazer um protesto para chamar a atenção para esta causa".

Jaciara disse, ainda, que a Fundação Gregório de Mattos já prometeu que o local será cercado e revitalizado.

Trecho da nota

"Em virtude do lamentável ocorrido, a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa solicitará à Diretoria da OAB-BA que encaminhe ofício à Secretaria da Segurança Pública e à Polícia Civil, solicitando especial atenção no tocante à investigação e deslinde deste crime que, seja resultado da violência urbana, seja traço de intolerância religiosa - mais provável -, deve ser duramente rechaçado, bem como à Guarda Municipal, requerendo reforço na região a fim de resguardar o patrimônio público", diz o texto.

FONTE: Jornal A Tarde em 12/05/2016

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.